Ácido Úrico

por Gian Del Sent

Uber

A batalha dos motoristas de aplicativos em Balneário está longe de acabar. Continua a tentativa

de derrubar a Lei 4040. As alegações são várias. Entre legisladores, a alegação é uma possível

inconstitucionalidade na lei, mesmo a prefeitura já protocolando o projeto para alterar os artigos

que faziam da lei, possivelmente inconstitucional.

Alvará

Entre os motoristas, a reclamação está no valor do alvará e ISS, cobrado pela prefeitura, para

exercer a atividade. Os dois juntos, dá em torno de 450 reais anuais para estar 100% regular na

prefeitura e poder trabalhar tranquilamente.

Salta fora

Ai me surge a seguinte pergunta. 450 reais anuais, dá em torno de 38 reais por mês. Entre os

motoristas, a alegação é que o valor dificulta a atividade e alguns tem um discurso de "quase

fome" com relação ao gasto. Cara, se você está em uma atividade que 38 reais por mês vai te

fazer quebrar, alguma coisa tá errada né? Salta fora e vai fazer outra coisa, pois o negócio não

presta.

Sorrisos

Entre os menos "reclamões" e com vontade de trabalhar, a atividade vai bem, obrigado. Galera

que trabalha de verdade está só sorrisos. Tem gente tirando limpo 3 mil reais por mês, sem fazer

força. Mas se tu trabalha quando tem vontade, não cuida do dinheiro e aluga carro para

trabalhar, meu amigo, vaza que esse não é teu lugar.

Mercado

Enquanto não se discutir isso a nível AMFRI, a coisa não vai mudar. O problema não está em

exercer a atividade, o problema está na invasão de motoristas de tudo quanto é lugar tirando

trabalho de quem é daqui. Como temos muitas cidades, todas juntinhas, tem que pensar a nível

regional. O problema é que os causadores de discórdia não orientam sobre os benefícios da lei e

do decreto regulamentador. Eles querem ver é o circo pegar fogo. Na temporada, quando vem

gente até da Argentina trabalhar de Uber na cidade, e quebra a galera daqui, os "paladinos" se

escondem.

Números

Tentem imaginar uma casa, onde você corta algumas coisas para reduzir despesas. Ai você

contrata outras para suprir outras necessidades. No fim das contas empata. Mas você conta para

a família, vizinhos e amigos, só o que você cortou e divulga como "economia". Faz até projeções

do quanto economizará em 5 anos. Mas não fala do que gastou. Essa é a visão de "economia"

dos políticos por aqui. No fim das contas não muda quase nada, mas faz uma mídia desgraçada

para contar só o que economizou. Má fé?

Invasão

Existe uma invasão de empresas de Blumenau fazendo serviços na cidade!! Que estranho isso.



linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina