Coluna Rotária

Quem tem sido você?

Por Francisco Lima

O amor se esfriará de quase todos, estamos conectados, sempre conectados, conectados com a insensibilidade de sentir a dor do próximo, estamos perto de quem está longe e estamos muito distantes de quem está ao nosso lado. A vaidade nos cega de tudo que está acontecendo ao nosso redor, estamos caminhando rumo ao fim, fim do amor ao próximo. Passamos maior parte do tempo curtindo coisas que na verdade a gente nem curte.

A tecnologia nos leva para uma verdadeira Matrix, um mundo que não existe, nos fazendo ignorar a realidade do nosso lado, mostrando ser o que realmente não somos, gestos de carinho são chutados a todo tempo. Enquanto uns estão em cadeias físicas, muitos estão em cadeias virtuais, na palma da sua mão, tudo precisa ser capturado, amamos o que é para usar, mas usamos o que Deus fez para amar.  

As rodas de amigos não existem mais, as pessoas necessitam estar conectadas o tempo todo. Quando se reúnem, é apenas para compartilhar a vergonha e a dor do seu próximo. Julgamos sem saber o que realmente se passa dentro de uma pessoa. Como dizia Lulu Santos, "assim caminha a humanidade". Hoje em dia até nos piores momentos as pessoas precisam compartilhar um momento que era apenas para ser vivido. A cada 40 segundos uma pessoa se suicida no mundo enquanto isso acontece, existem milhões só esperando para poder compartilhar.

Quem tem sido você?

Esta mensagem que circula nas redes sociais nos faz pensar e acima de tudo nos faz agir. Não agimos por causa da mensagem, pelo contrário a mensagem mostra que estamos fazendo a coisa certa.


Rotary Club de Camboriú em Visita a Fundação Lar da Terceira Idade Padre Antonio Luis Dias em Camboriú


uma boa música compartilhada com os moradores.


Cuca, gelatina e salgados para o café da tarde








linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina