Conversa Jurídica

Sobre golpes na internet: como evitá-los?

por João Capistrano

A internet trouxe comodidades nunca imaginada nos tempos de nossos pais ou avós, à exemplo de fazer compras. Hoje, através da internet, é possível comprar produtos, serviços e até fazer o "rancho" da casa, sem precisar sair do sofá.

Isso somente é possível graças ao avanço da tecnologia e a revolução que ela causou em nosso cotidiano, contudo, pessoas mal-intencionadas também usam esses recursos para aplicar golpes, por isso, trago, a seguir, algumas dicas para evitar essa dor de cabeça.

Ao realizar uma compra "on-line", sempre fique atento:

(1) Conheça com quem está negociando. Verifique se o site contém o número de CPF (pessoa física) ou CNPJ (empresa), se tem a indicação de um endereço de escritório, contato de telefone e/ou e-mail. Se tiver contato telefônico, ligue para o número para se certificar se realmente existe alguém do outro lado da linha;

(2) Verifique a reputação da loja. Pesquise sobre a loja em fóruns, no Facebook, no Google ou em sites como "www.reclameaqui.com.br", para saber se possuí algum registro de reclamação e, se houver, veja se a loja respondeu ou resolveu a questão;

(3) Desconfie de preços e vantagens excessivamente díspares da concorrência, bem como de domínios de site (endereço do site) que não sejam próprios;

(4) Não forneça informações pessoais desnecessárias para realizar a compra;

(5) Sempre guarde, o contrato firmado entre você e loja "on-line" ou nota fiscal do pedido, mensagens trocadas com o fornecedor, seja pelo e-mail ou celular, a fim de documentar a transação;

(6) Antes de fechar a compra e seguir para o pagamento, verifique se o valor mostrado na oferta condiz com o total lançado, se não está incluso no carrinho nenhuma taxa há mais ou algo, efetivamente, que você não tem interesse comprar;

(7) Verifique as medidas que o site adota para garantir a privacidade e segurança dos usuários, e se no site existe o símbolo de cadeado (?) na barra de endereço em ou qualquer outro lugar da página.

Por fim, é sempre importante lembrar que as compras realizadas através da internet estão cobertas pelo Código de Defesa do Consumidor, sendo que, inclusive, existe um prazo de arrependimento de 7 (dias), após o recebimento do produto, para que o consumidor desista da compra. Para exercer esse direito, é necessário entrar em contato com o fornecedor e seguir o procedimento de cada empresa para fazer a restituição do produto à loja, e para ela realizar o estorno do valor da compra a você.

Por hoje é isso, até a próxima e fique bem!




linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina