Linha Literal

Quase um ano passado

Por Michel Goulart da Silva

Há cerca de um ano aceitei o desafio de assumir esta coluna. Por diferentes razões essa era uma experiência inédito para mim. O objetivo seria trazer reflexões sobre literatura, cinema, televisão e outros temas culturais, em textos escritos semanalmente. Embora eu tivesse escrito sobre esses temas em outros momentos, para outras publicações, o novo desafio carregava numerosas particularidades ou mesmo dificuldades, das quais gostaria de destacar três. 

Possivelmente a primeira passa pela escolha dos temas, o que exigia de mim estar permanentemente atento ao que acontecia nas áreas que poderiam ser abordadas. Era preciso prestar atenção em lançamentos de filmes e séries de televisão, livros interessantes que vieram a público ou que foram anunciados, datas importantes sobre escritores e artistas. Eu deveria, enfim, acompanhar o mais de perto possível tudo o que pudesse resultar em uma reflexão interessante aos leitores. Uma parte importante desse percurso, portanto, era a pesquisa.

Outro elemento de dificuldades se dava em relação à percepção do público. Como o jornal circula por toda a cidade, chegando a uma grande diversidade de pessoas, não é possível saber exatamente as características dos leitores que poderiam se interessar pelos textos. Por isso sempre ficava um dilema, entre construir uma identidade totalmente própria para a coluna ou diversificar os textos o máximo possível e, assim, atrair um maior número de pessoas. Esse é um dilema ao qual não encontrei respostas ainda.

Outra dificuldade se refere à escrita propriamente dita, que se desdobra em dois aspectos. Um deles se refere ao ato de produzir um texto toda a semana, mesmo tendo que trabalhar e cumprir outras atividades. Uma segunda dificuldade passa por procurar a própria satisfação na escrita desses textos, que nem sempre é possível de acontecer, afinal em algumas situações não há um efetivo envolvimento afetivo com o tema.

O que posso dizer é que tem sido uma experiência enriquecedora e prazerosa esse exercício de analisar semanalmente fenômenos da cultura e tentar traduzir minhas impressões sobre cada um deles. Além disso, construir um diálogo com o público, fazendo indicações que me pareçam interessantes ou mesmo mostrando fenômenos que até então poucos tinham contato, é algo de grande importância para mim.

Espero poder continuar a desenvolver esse trabalho e manter o diálogo com todos que, de alguma forma, se interessam pelas reflexões feitas no último ano e que, espero, se mantenham por mais e mais tempo.



linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina