Linha Segurança

Olha o golpe!

Por Tiago Teixeira Ghilardi

Algo que sempre existirá entre nós, seres humanos, são os golpes. Existem de todos os tipos e para todos os públicos. Não adianta dizer que você é esperto ou que nunca cairia, se não souber como se prevenir, existe o risco. 

Um dos mais antigos é o golpe do bilhete premiado. Geralmente aplicado em locais movimentados e iniciado de forma sutil. Seja deixando cair o bilhete que você devolve e o fraudador fala que lhe dará uma recompensa, seja com golpista pedindo sua ajuda para conferir os números já que não sabe lê-los. O objetivo é criar em você uma sensação de oportunidade única, se valendo da suposta inocência do dono do bilhete ou do ganho rápido de grande quantia de dinheiro. A maneira de se prevenir é conhecer o golpe e nunca entregar ou transferir dinheiro nesses casos.  

Outro golpe é o do falso sequestro, já bem manjado. O suposto sequestrador liga para você e informa que está com um parente. Em desespero, você fala o nome de um deles. Neste momento, o golpista coloca alguém para gritar ao fundo, dando a entender ser o parente que você forneceu o nome. Se colar, o falso sequestrador pede para você depositar uma quantia em dinheiro em uma conta, sem te deixar desligar o telefone para conferir se é mesmo verdade. A maneira de não cair neste golpe é não repassar nenhum dado pessoal por telefone, nem nomes de amigos próximos. 

Hoje temos golpes mais modernos como a clonagem do WhatsApp. Os golpistas entram em contato com você, se passando por alguém da equipe de atendimento de uma operadora. Eles dizem que, para a manutenção da sua linha, é preciso que você passe um código que chegará via SMS. Ao mesmo tempo, os golpistas tentam logar no WhatsApp através do seu número. Como verificação, o aplicativo de mensagens envia um código via SMS (sem posse dele, o criminoso não consegue finalizar a clonagem). Quando o código chega, a vítima passa para o fraudador, que finaliza a clonagem. O aplicativo passa a funcionar no celular do golpista e para de funcionar no seu. Aí ele começa a pedir a transferência de valores para todos os seus amigos e parentes. Como evitar? Nunca responder a mensagens, ou ligações de supostas operadoras, com dados pessoais enviados por qualquer meio ou que estejam no seu celular. Dá para garantir uma segurança extra fazendo a verificação em duas etapas do aplicativo WhatsApp. É só procurar na internet e seguir os passos para ter essa segurança a mais. 

Todos estamos sujeitos a cair em um golpe, já que novas formas são criadas todos os dias. Procure se informar constantemente sobre maneiras de se prevenir dos novos golpes e siga as dicas acima. Fique esperto, dinheiro não se vende pela internet. 



linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina