Mudança de Hábito

Atividade física no combate a depressão.

Por André Pereira Filho

Todo mundo sabe os benefícios que a prática regular de atividade física traz para a saúde do nosso corpo. Melhora a aptidão física, o sistema circulatório, aumento do tônus muscular, equilíbrio e coordenação motora. Mas nem todo mundo sabe os benefícios que o exercício físico dá para a mente.  

No mês de janeiro, a cor da campanha é o branco, remete a prevenção da saúde mental. Falando nisso, como anda a sua saúde mental? Na coluna desta semana, saiba os benefícios da prática regular de atividade física no combate a depressão.

A depressão é uma doença silenciosa, que atinge mais da metade das pessoas que passaram por um período de forte decepção na vida e que se prolonga por vários dias, meses ou até anos afetando diretamente de forma negativa a vida do indivíduo.

Os sintomas da depressão são fáceis de identificar:

  • Humor deprimido;
  • Perda ou ganho excessivo de peso;
  • Desinteresse na vida social tendo o isolamento como fuga;
  • Insônia ou excesso de sono;
  • Pensamentos negativos ligados ao suicídio;
  • Perda de interesse sobre obrigações pessoais na alimentação ou higiene pessoal;

Mas saiba que a partir de 30 minutos de qualquer tipo de atividade física, o corpo libera neurotransmissores que são relacionados ao prazer eliminando qualquer possibilidade do uso de medicamentos.

Quando nos exercitamos alguns hormônios são liberados para que o corpo assimile o stress que está passando no período de esforço físico mais intenso. A adrenalina a noradrenalina, são liberados durante o exercício, preparando o corpo para grandes esforços a serem realizados, promove a queima de ácidos graxos reduzindo a gordura corporal, aumenta os batimentos cardíacos e da aquela sensação de euforia melhorando a disposição para atividades diárias.

A endorfina é um hormônio produzido pela hipófise, gera a sensação de relaxamento, recompensa e bem-estar ao organismo, literalmente um anestésico natural. Ele é produzido em atividades prazerosas estimulando o prazer e sensação de alívio como ouvir uma boa música por exemplo. Quando liberada, melhora a motivação e a performance do treino causando uma sensação de euforia causando um certo vício pela atividade física em si.

E a Serotonina que atua diretamente no equilíbrio do sono, no humor, apetite e desejo sexual, é liberada proporcionando uma sensação de bem-estar, aumentando a tolerância do desconforto que o exercício proporciona.

"O ser humano é um ser biopsicossocial" Para que alcance o bem-estar, devemos desenvolver a área biológica, social e psicológica. Visto que é fácil desenvolver estas áreas de uma só vez, percebemos que não precisamos de muito para ser feliz, posso dizer que sou uma prova viva disso! Uma simples corrida acompanhada de uma boa música são os suficientes para fazer de você uma pessoa mais feliz e saudável!



linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina