Mudança de Hábito

Câimbras

Por André Pereira Filho

A maioria das pessoas já deve ter sentido aquela dor insuportável da câimbra. Pode ser em qualquer situação, seja praticando esporte ou dormindo a dor vai ser a mesma. E na coluna desta semana saiba como prevenir as desagradáveis dores da caibra.

Mas o que é a câimbra?

Os músculos do nosso corpo funcionam de forma voluntária, através do nosso comando, quando o musculo contrai involuntariamente, chamamos isso de espasmo muscular. Quando o espasmo se torna uma contração súbita, não intencional, bastante dolorosa e intensa, chamamos de câimbra.

A causa das câimbras são inúmeras, mas todas remetem a desidratação da musculatura por vários motivos, cada um deles representa um estilo de vida.

Atividade física vigorosa. Uso excessivo da musculatura causa a desidratação e a perda de líquidos e sais minerais responsáveis pela contração muscular.

Má circulação sanguínea. Com o envelhecimento surge o estreitamento das artérias que irrigam os membros inferiores, logo os nutrientes não chegam com eficiência no seu destino.

Alimentação irregular. Deficiência na ingestão de cálcio, magnésio e potássio

E se a câimbra bater, o que eu faço?

Apenas alongue a área posterior da área afetada, se a câimbra bater na parte da frente da coxa, alongando a parte posterior da perna você dá condições da musculatura relaxar e se reagrupar da forma correta. Aplicar gelo na área afetada atua como anti-inflamatório e analgésico reduzindo o inchaço, mas não cura de vez a câimbra. Entenda que as câimbras acontecem por desidratação, então é mais fácil prevenir através da alimentação.

Consumir alimentos ricos em:

Sódio; bebidas isotônicas antes, durante e após atividades vigorosas ajudam na reposição dos sais minerais perdidos durante o exercício. Mas atenção, estas bebidas não tem o mesmo efeito de hidratação que a água tem.

Potássio; banana, beterraba, batata doce, aveia, abacate e amêndoas, folhas verdes como espinafre e couve manteiga também pode ser consumidas à vontade.

Magnésio; nas sementes como a linhaça e amendoim, nas leguminosas como a lentilha, ervilha, feijão e também nos cereais integrais como aveia, trigo e cevada.

Uma dica interessante pessoal: Já faz alguns anos que consumo amendoim diariamente, e durante as minhas pedaladas e corridas, as câimbras diminuíram consideravelmente. Se o consumo desses alimentos for diário, você consegue manter a musculatura hidratada ao ponto de não sofrer mais com as dores da câimbra.

Outra dica importante: Alongar a musculatura diariamente previne o encurtamento muscular e sobrecarga dos exercícios! Bons treinos!



linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina