Mudança de Hábito

Treinamento de força na melhor idade

por André Pereira Filho

Estamos na semana alusiva ao dia internacional daquela turma cheia de experiencias e história pra contar. E na coluna desta semana, vou falar sobre os benefícios do treinamento de força para idosos.
Quando ouvimos falar em idoso fazendo força, sempre fica aquela impressão de que os velhinhos não podem carregar pesos, ou porque são incapazes devido ao desgaste natural do organismo, ou porque estão cheios de limitações ou doenças crônicas. Mas antes do pré-conceito surgir, no próximo paragrafo vamos definir alguns termos:
O envelhecimento é um processo natural que no qual todos indivíduos e organismos passam. Caracteriza-se pela diminuição gradativa das capacidades dos sistemas orgânicos em realizar suas funções de maneira eficaz. O corpo humano começa a entrar em declínio dessas funções a partir os 30 anos de idade. A Organização Mundial da Saúde classifica a idade cronológica da seguinte forma: Meia idade (45-59 anos); Idoso (60-74 anos); Velho (75-90 anos) e Muito Velho (acima dos 90 anos). 
O treinamento de força é definido como um treino com cargas adicionais com solicitação intensa de pequenos ou grandes grupos musculares durante um curto período de tempo. Pode ser feito com o peso do corpo, pesos adicionais, elásticos ou molas.
O envelhecimento é uma etapa em que ocorre diversas transformações no organismo como diminuição de peso, perda da massa muscular, estatura e densidade mineral óssea, associado a um comportamento sedentário o que acelera ainda mais este processo. O treinamento de força surge para retardar um pouco desta perda melhorando a qualidade de vida no contexto físico, psicológico e social impactando diretamente nas tarefas do dia a dia como, caminhar na rua, fazer compras, transportar objetos pesados ou simplesmente sustentar o peso corporal. 
No programa de exercícios devem ser incluídos trabalhos básicos como flexão de braços, extensão e flexão de quadril, e exercícios para melhoria do equilíbrio e estabilidade que podem ser feitos ao menos 2 vezes na semana através da musculação, trabalhando grupos musculares de forma isolada com pesos livres ou maquinas, do pilates que contribui para o fortalecimento muscular e alinhamento postural e o treinamento funcional, (o que mais indico), recruta a musculatura de forma global com base nos movimentos realizados durante o dia como subir escadas e transpassar obstáculos.
Se você tem um velhinho em casa, incentive-o a sair para se exercitar com uma caminhada ou nas academias ao ar livre nas praças e parques na cidade. Lembre-se que investir na saúde ajuda muito a economizar na farmácia! 




linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina