Saúde Dental

Harmonização Facial e a Paralisia de Bell

Por Cintia Helena

Desde o início desse ano, mudanças ocorreram no atendimento em consultórios odontológicos por conta da edição da Resolução 198/2019 do Conselho Federal de Odontologia (CFO), que regulamenta a Harmonização Orofacial como especialidade da Odontologia. Com isso, foi regulamentado um conjunto de procedimentos de autonomia legal para exercer em sua área de atuação, que engloba o equilíbrio funcional e estético da face.  

 A Harmonização Orofacial, muito utilizada com o objetivo de melhorar a estética da face, também pode ser uma grande aliada no tratamento das paralisias da face.

Também conhecida como Paralisia de Bell, a paralisia facial acontece por uma inativação dos nervos que controlam os músculos da face do lado que foi atingido. Essa ação pode ocorrer por diversos motivos como: infecções, traumas, distúrbio de glicemia, etc. Mas na grande maioria dos casos não há diagnóstico de causa. Embora, muitas vezes, seja difícil detectar o motivo que causou essa paralisia, existem várias formas de tratá-la.

Um dos tratamentos mais utilizados nos últimos tempos é a aplicação de toxina botulínica, tendo como maior objetivo reduzir ao máximo os efeitos causados pela paralisia facial. A toxina é famosa pelo seu uso em tratamentos estéticos funcionais na odontologia, e vem sendo muito utilizada para tratamentos nos casos de dor e bruxismo. Contudo, recentemente, está contribuindo no tratamento de pacientes que tiveram paralisia parcial da face, obtendo excelentes resultados.

O quadro de paralisia facial pode ser temporário ou permanente, e exige o acompanhamento de um profissional capacitado.

Alguns dos sintomas:

- Parar de piscar ou piscar com um olho;

- Ter dificuldades durante a mastigação;

- Comprometimento da fala;

- Até mesmo parar de sorrir.

   A paralisia facial não possui uma causa exata, porém é mais comum acreditar que ela pode ser o resultado de uma inflamação do nervo que comanda a face como resposta de uma infecção viral, ausência de irrigação sanguínea ou compressão. Existem alguns problemas de saúde que podem causar a paralisia, por exemplo: herpes labial, herpes genital, herpes zóster, gripe, rubéola, doenças respiratórias, entre outras.

     Em muitos casos a paralisa facial melhora sozinha associada a alguma medicação ou tratamento, porém é um processo que costuma demorar um pouco, deixando o paciente muitas vezes com o psicológico abalado. O uso da toxina botulínica é considerado um tratamento muito importante para esses pacientes, ajudando não só na estética da face como principalmente na autoestima do paciente afetado, melhorando sua qualidade de vida. A toxina age como um bloqueador neuromuscular, causando um relaxamento da musculatura, deixando os dois lados mais simétricos.

     O paciente passa a ter mais auto-confiança para retornar ao convívio social, no entanto cabe ao paciente ser criterioso na escolha do profissional que vai realizar os procedimentos que integram a Harmonização Orofacial



linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina