As cores que alimentam a vida

27 Outubro 2018 09:50:00

Belos, atrativos e saudáveis os pratos coloridos estimulam o paladar e a imunidade


As cores, características dos vegetais como as frutas e as hortaliças, agem no organismo de maneira sinérgica, onde todos os seus componentes no todo são imprescindíveis para o efeito antioxidante que possuem. 

Há muito que a Organização Mundial da Saúde preconiza a ingestão diária de cinco porções de alimentos das cores verde, vermelho, amarelo, roxo e branco, como uma forma de fortalecer o organismo contra o desenvolvimento do câncer e de outras doenças crônico-degenerativas não transmissíveis, como diabetes, hipertensão, obesidade e doenças cardiovasculares.

Os alimentos vermelhos concentram grande potencial anticancerígeno, devido à presença de fitoquímicos de ação antioxidante que lhe são peculiares, como o licopeno no tomate, na melancia e na goiaba; a quercetina na maçã, além das vitaminas A, C e E que também estão presentes no morango, romã, acerola e pitanga, por exemplo.

As hortaliças verdes, fonte natural de clorofila, agem no organismo como desintoxicantes. E fazem parte deste grupo as crucíferas, de ação potencialmente anticancerígena, que são o brócolis, o repolho, a couve-flor e a couve de Bruxelas.

Já os alimentos amarelos como a cenoura, abóbora, mamão, pêssego, pimentão, damasco, tangerina, etc., fornecem ao organismo beta-caroteno, que o organismo transforma em vitamina A, trazendo proteção à pele, mucosas e visão e retardando o envelhecimento celular.

Os alimentos roxos tem efeito cardioprotetor, sendo ricos em antioxidantes como o reveratrol e a quercetina. Neste grupo estão a uva roxa, açaí, beringela, beterraba, amora e o mirtilo, entre outros.

Os alimentos brancos possuem poder imunizante do organismo, combatendo vírus, bactérias, parasitas e fungos. Dentre os principais, podemos citar o alho e a cebola.

A prevenção das enfermidades, a qualidade de vida e a eficácia dos tratamentos médicos dependem de forma direta da rotina alimentar e da qualidade daquilo que ingerimos, pois somos aquilo que comemos.

Comer de forma saudável, sem dúvida, ainda é a maneira mais segura e acessível de se fazer prevenção e garantir uma boa saúde!




linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina