Saúde Mental

Setembro e a promoção da saúde

por Joyce de Almeida Cruz

De uns tempos pra cá, vemos crescer o número de campanhas que chamam atenção para temas da nossa saúde por exemplo, o outubro rosa, o novembro azul, o janeiro branco. São estratégias interessantes que nos fazem conhecer um pouco mais sobre o assunto e alertam para a prevenção. Nesse mês, é a vez da campanha de prevenção ao suicídio, o chamado "setembro amarelo", sem dúvidas um tema importante que requer atenção.

Para a psicóloga Pâmela Santos esse é um assunto delicado e também comum. "Infelizmente, ainda é um tabu. As pessoas que pensam sobre, evitam falar; muitas vezes pelo receio dos julgamentos dos outros, que geralmente associam com fraqueza ou derrota. Entretanto, esse é um pensamento ligado a vontade de encerrar uma dor profunda, uma situação complicada, que muitas pessoas já tiveram ao longo da vida, não somente as que tem um diagnóstico de depressão. É antes de qualquer coisa, um tema de saúde."

Quando se pensa em saúde, ainda se faz a separação entre saúde do corpo e da mente. Mas te convido a fazer uma breve reflexão: será que é possível manter o equilíbrio emocional e não se deixar abater quando se passa por um período de doença, ou quando alguém próximo está doente? E por outro lado, uma grande preocupação, um estresse, não acaba por vezes nos tirando as energias físicas e motivação para o dia a dia?

Faço essas perguntas pra chegar no seguinte ponto: somos pessoas inteiras, completas; não é possível separar corpo e mente. Por isso e por outros motivos, quando se fala em saúde mental, se fala também em saúde física. Então como está sua alimentação? Tem dedicado tempo para praticar exercícios físicos? E o sono? O encontro com os(as) amigos(as) finalmente saiu? Os problemas relacionados ao trabalho, estão se resolvendo aos poucos? Esses são pontos importantes que dizem respeito à promoção de saúde de uma maneira integral, e que devem ser cuidados todos os meses do ano, pois somos pessoas com diferentes cores que se misturam de janeiro à dezembro.

Importante destacar que além do cuidar de si próprio, é preciso reconhecer o momento de buscar atendimento especializado quando sentir que está pesado demais enfrentar algum problema. Não há motivo para ter vergonha de procurar uma psicóloga, uma agente de saúde ou outro profissional, seja no postinho de saúde ou em algum lugar de sua confiança. Essas pessoas existem para apoiar de maneira profissional quem precisa, e, um dia ou outro, todos nós podemos precisar um pouco.




linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina