Saúde Mental

VOLTA AS AULAS E A ROTINA

Por Joyce de Almeida Cruz

Muitos jovens não se animam com a volta as aulas justamente porque isso incorpora mais uma atividade a rotina. Crescemos escutando coisas ruins acerca de rotina, mas será que ela realmente é tão ruim assim? 

Pensando na volta as aulas e na palavra rotina quero propor duas reflexões importantes a serem consideradas.

A primeira diz respeito à importância da rotina no desenvolvimento das crianças e adolescentes em aspectos como: estímulo às responsabilidades, respeito ao próximo, aprendizado, cumprimento dos compromissos (prazos das atividades, frequência e horário), desenvolvimento de habilidades e ponderação em posicionamentos para convívio social. Estar vinculado a uma rotina auxilia ainda na organização da agenda de atividades diárias, estimula a refletir sobre prioridades e a compreender que o não cumprimento do que se propõe gera consequências.

Por outro lado é importante "quebrar" essa rotina de vez em quando, geralmente fazemos isso aos finais de semana, o que também é visto como um movimento importante e saudável. Ter tarefas claras, definidas e planejadas é importante pra estimular os aspectos já citados no parágrafo anterior, mas também se permitir "quebrar" a rotina quando apropriado é importante porque disponibiliza espaço para outras atividades que seriam nossas recompensas pessoais, no caso dos jovens essas quebras devem ser negociadas junto a família para que não haja prejuízos no desenvolvimento como um todo.

A segunda reflexão se refere em como os pais abordam a função da escola na vida dos filhos. Importante destacar que a forma como falamos de determinadas questões podem estimular como também podem desmotivar, e nesse último caso pode acarretar no desinteresse pelo ambiente escolar e processo ensino-aprendizado.

Pais façam do vínculo escolar um aliado, estimulem a frequência de maneira saudável, falem sobre aspectos positivos, abordem a temática responsabilidade como algo a ser conquistado e que vai gerar frutos, promovam o direito a frequência escolar como uma conquista importante que abre portas para o desenvolvimento. A forma como abordamos qualquer assunto pode afetar diretamente na opinião dos filhos, então façamos dessa "influência" uma importante aliada para promover pensamentos e ações saudáveis em nossos jovens.

Vale destacar aqui que o acesso a educação é definido no ECA (estatuto da criança e do adolescente) como um direito, que ao mesmo tempo tem características específicas que fazem com que também tenha deveres a serem cumpridos por eles.



linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina