Esportes

Camboriú terá representante no Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu

Laís irá para São Paulo em abril para participar do evento

Laís e o mestre Diego da Academia Diamond / Foto: Arquivo Pessoal

A atleta camboriuense Laís Bernardes, de 11 anos, participará do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jítsu que será realizado em São Paulo, durante os dias 25 e 26 de abril. Além da Laís, nove atletas da academia Diamond também participarão do campeonato.  

Laís começou a praticar a esporte há cinco anos, quando tinha apenas sete anos. A iniciativa veio por conta do pai, que já participava de treinos, e às vezes levava a filha para ver. Gabriela de Almeida, mãe da Laís, conta que no início a academia Diamond não tinha treinos para crianças, mas por conta da vontade das crianças que acompanhavam o treino dos pais, o mestre decidiu abrir uma turma kids. "Era a Laís, a filha do mestre e mais uma menina, e foram pegando o gosto das crianças e hoje, tem até duas turmas infantis", conta a mãe.

Em 2017, com apenas nove anos, a atleta decidiu competir. A ideia de começar a participar de competições foi mais uma forma de testar os conhecimentos e evolução, para saber se o aprendizado estava no caminho certo. A partir disso, com a primeira competição, Laís pegou gosto, e perceberam que a menina levava jeito, tinha técnica e que se encaminhava para uma atleta de sucesso. "Querendo ou não, o ar competitivo fica. Por exemplo, faz uma luta e perde, aí na próxima, você quer uma revanche de quem você perdeu e assim vai. ", conta Gabriela

De lá para cá, já foram mais de 30 competições, que mãe e filha conseguem lembrar. Mas elas reforçam que quase todos os finais de semana há campeonatos pelo estado, porém o Brasileiro será o primeiro em que a atleta competirá fora de Santa Catarina. "São Paulo é só o primeiro passo para a evolução, querendo ou não, ela sabe que daqui para frente é difícil, que quem está lá, é porque é realmente bom", conta Gabriella.

A mãe ainda acrescenta que em Camboriú falta muito incentivo, e que principalmente, a população precisa começar a olhar o esporte com outros olhos. Logo no começo das competições, ainda em 2017, Laís foi classificada para o Campeonato Brasileiro, após ficar em primeiro lugar nas seletivas. Mas por ainda estar no início, e também pela falta de patrocínios, a atleta acabou não participando. Pela falta de incentivo financeiro, a academia tem realizado rifas, e lançou o projeto Recicla Atleta, o qual arrecadam materiais recicláveis para juntar dinheiro e levar Laís e os outros competidores de Camboriú para o Campeonato Brasileiro. Além de ser uma solução para a falta de recursos, contribui diretamente com o meio ambiente. "Há patrocinadores sim, mas querendo ou não, são muitos campeonatos", explica a mãe da atleta.

"Todo campeonato mesmo tendo luta ou não, eu ainda sinto um pouco de nervosismo ainda", comenta Laís. A mãe ainda acrescenta que a filha é uma atleta com bastante técnica, que durante a luta, ela não age com gana ou brutalidade, mas sim, utiliza o aprendizado com serenidade. "Ela ganha com o que ela sabe fazer, e ela realmente sabe", finaliza orgulhosa a mãe.



linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina