Linha Entrevista

Linha Entrevista: ADRIANO GERVÁSIO

A partir desta edição, o LP entrevista os 15 vereadores que compõem a atual legislatura na Câmara Municipal de Camboriú. O critério escolhido a publicação das entrevistas foi ordem alfabética. Assim, a primeira entrevista desta série é com Adriano Gervásio, do PSDB.

A partir desta edição, o LP entrevista os 15 vereadores que compõem a atual legislatura na Câmara Municipal de Camboriú. O critério escolhido a publicação das entrevistas foi ordem alfabética. Assim, a primeira entrevista desta série é com Adriano Gervásio, do PSDB.

1 - Em seu ponto de vista, quais os grandes problemas da cidade? De que forma seria possível solucioná-los?
R:
Nossa cidade apresenta sérios problemas, principalmente com a saúde, mobilidade urbana, questões ligadas a água como tratamento de esgoto e poluição do nosso Rio Camboriú, crescimento desordenado e poucas opções de acessos para entrar e sair do município isso tudo aliado a falta de recursos e pouco incentivo a instalação de empresas.
Vejo que medidas urgentes devem ser tomadas em torno da criação de um distrito industrial de verdade, onde possamos receber empresas de grande porte, que tragam empregos e façam nossa economia aquecer, esse seria o inicio da resolução, pois traria recursos e seriamos encarados como uma cidade de verdade e não como sendo tudo "Balneário Camboriú". O Planejamento e medidas extremas devem ser tomadas para disciplinar o crescimento responsável e guiar nosso município para ser a Camboriú que queremos. 

2 - O que está no caminho certo e o que precisa mudar em Camboriú? Sobre o trabalho do Legislativo, o que pode ser feito além do que já é oferecido? 
R: Vejo que nossa cidade ainda segue a "Velha Política" onde alguns sempre dominam o cenário político, e acabam desanimando e repelindo pessoas de bem da política. O legislativo de Camboriú é muito atuante, os Vereadores constantemente mantêm contato com os deputados Federais, Senadores, Deputados Estaduais e Secretários de governo com objetivo de buscar verbas para cidade, pois nossa cidade é muito carente de recursos próprios depende muito da ajuda de estado e da união, por meio de verbas de parlamentares. É lamentável que grande parte da população não entenda a real função do Vereador, vendo o mesmo como aquele que faz "Favorzinho", compra rifa e ajuda em datas comemorativas, esquecendo que a fiscalização de recursos públicos e legislar sobre temas importantes a nossa população são as mais importantes atribuições dos mesmos. 

3 -Você acredita que a Câmara Municipal está sendo produtiva na sua atuação em sintonia com o cidadão?
R:
Tenho plena certeza que a sintonia é a mais perfeita possível com os cidadãos de Camboriú, exemplo disso, é que na atual legislatura a pedido da comunidade os horários das sessões foram alterados para as 18 horas, propiciando aos moradores tempo de saírem dos seus trabalhos e virem a Câmara acompanhar as sessões, e caso tenha alguma reivindicação para fazer pode falar com os vereadores no intervalo das sessões. Outro ponto importante foi a alteração do funcionamento, que abre ao público as 7hrs. e fecha as 19hrs, ou seja, ficando 12 hrs a disposição da comunidade além de eventos como Câmara Cidadã que foi feita no Bairro Areias e já está agendado o próximo para o Distrito do Monte Alegre. 

4 - O que tem feito para que cidadão que votou em você fique satisfeito com seu trabalho? 
R:
Meu trabalho consiste em estar sempre com os moradores, ouvindo suas reivindicações e levando para o poder executivo ou para outro órgão público a fim de que seja dada uma solução, sendo ela um simples conserto de buraco, como uma pavimentação da rua, ou qualquer outra demanda da comunidade. Sempre que tenho contato com os Deputados e Senadores Catarinenses solicito emendas e recursos para nosso município, pois independente de partidos políticos sou Camboriuense.
Nestes quase 3 anos de trabalho, já consegui valores expressivos para serem destinados em diversas áreas da nossa cidade, e sempre estive e continuo a disposição da comunidade, meu gabinete esta sempre de portas abertas para atender o cidadão que votou no Adriano ou não e que aqui pode vir trazer suas demandas que serão levadas aos responsáveis para a mais rápida solução.  

5 - O vereador é o agente público mais próximo da população e é muitas vezes visto nas ruas. Atualmente, com a população desacreditada nos políticos, você se sente seguro para exercer seu trabalho? 
R:
Eu me sinto plenamente seguro para exercer meu trabalho, pois sempre deixo claro para os moradores que o vereador não tem poder para fazer obras na cidade, posso indicar os problemas a serem sanados, mas a execução dos serviços, por força da divisão dos poderes é de responsabilidade do executivo, porém meu papel é de fiscalizador do gasto público. Tento ser o mais íntegro possível e respeito a opinião de todos, porém tenho minhas convicções e a discordância sempre existe em temas polêmicos, mas isso faz parte da democracia. 

6 - O que um vereador precisa para realizar um mandato produtivo e que beneficie a comunidade? 
R:
É preciso que o vereador continue trabalhando junto a comunidade, não se isolando em seu gabinete, achando que o cidadão tem que ir ao seu encontro, é preciso que faça visita nos bairros, seja ele o mais distante como o mais próximo, é preciso ouvir o cidadão, somente estando inserido diariamente no meio da comunidade é que pode perceber os necessidades de cada localidade e assim ajudar cada dia mais, para que nossa cidade seja melhor.  

7 - Como vereador você tem reivindicado melhorias para as comunidades? Como tem feito isso?
R:
Tenho feito muitas reivindicações, seja elas por meio de indicações que são apresentadas em sessões e encaminhadas para os setores competentes, seja por meio de Requerimentos, e procurando diretamente o executivo, por meio das secretarias apresentando os pedidos da comunidade. E quando depende de outros setores que não são do nosso município, exemplo CELESC, onde é solicitado melhores em nossa rede de energia, ou SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA requerendo mais policiais e viaturas a fim de melhorar a segurança ou outros órgãos público, é agendado uma visita apresentado um ofício e expondo a solicitação pessoalmente, e que tem ajudado em muito o trabalho.  

8 - Qual a análise você faz dos três anos de administração do prefeito atual?
R:
Está deixando muito a desejar ao município, havia uma grande expectativa que mudando a sigla partidária, colocando um candidato médico e que nunca havia sido prefeito a cidade seria bem melhor, porém não foi isso que aconteceu, grande parte da população está desacreditada. O ponto principalmente que todos acreditavam seria uma saúde de excelência em razão de ser médico, porém não foi isso que aconteceu, a saúde está com sérios problemas.
Vejo uma administração perdida, sem uma linha determinada a seguir, algumas secretarias nas mãos de pessoas sem experiência, e pessoas extremamente competentes sendo descartadas e colocadas em serviços de menor importância, como forma de perseguição e punição pela questão político partidária. Muitos dos que deram o sangue para eleger a atual administração foram abandonados no meio do caminho e outros caíram fora por não pactuar com algumas atitudes do chefe do executivo.
Poucas obras entregues, a cidade cheia de buracos e respondendo a duas CPI por procedimentos irregulares, espero de coração que pelo menos na véspera de eleição faça alguma obra de impacto para o povo camboriuense. 

9 - Em relação à transparência, você acha que está sendo feito um bom trabalho na divulgação dos gastos da casa legislativa? E o que ainda precisa ser melhorado em relação a isso?
R:
Acredito que no que tange a transparência o trabalho está muito bom, todos os gastos feitos são disponibilizados no portal, onde qualquer cidadão tem acesso a tempo integral, e caso ainda paira alguma dúvida poder vir diretamente na câmara que é apresentado todo da documentação necessária. Muita economia foi feita nessa legislatura, prova disso foi a aquisição de um terreno ao lado da câmara para estacionamento e devolução de dinheiro a prefeitura. 

10 - Espaço para as suas considerações finais e mensagem aos nossos leitores.
R:
Confesso que às vezes me decepciono com algumas situações do cotidiano dos Vereadores. Quando minha Mãe Fátima solicitou que eu entrasse na política, tinha uma ideia de fazer muito pela população, mas hoje vejo que nem tudo que queremos fazer é visto com bons olhos por outras pessoas do Legislativo e Executivo de Camboriú. 
Continuarei lutando e acreditando que podemos sim fazer uma política de verdade e peço o apoio da população. Agradeço a todos que colaboraram para me eleger e lembro que sou um funcionário de todos os munícipes, por isso deixo a seguinte reflexão:
Se você tem uma empresa, você contrata funcionários por pena, indicação de terceiros ou por algum beneficio que este pode lhe dar? Vote sempre em quem tenha capacidade para lhe representar, independente de quem seja, ou qual partido for, voto não tem preço tem consequência!  




linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina