ESPECIAL ELEIÇÕES 2018

Ordem de votação foi alterada nestas eleições

Confira qual a sequência de candidatos a serem votados e qual a função de cada um após eleito

No dia 7 de outubro, os eleitores terão que votar em seis candidatos para os cinco cargos em disputa nas Eleições 2018. O voto seguirá a ordem: deputado federal, deputado estadual, dois senadores, governador e presidente da República. Para não esquecer os números dos seus candidatos no momento da votação, a Justiça Eleitoral disponibiliza a chamada "cola eleitoral", que pode ser levada à cabine de votação. 

Após digitar o número do seu candidato é importante conferir se a foto do político escolhido confere com a do voto, antes de apertar a tecla "Confirma". Caso ocorra algum erro, o eleitor pode apertar a tecla "Corrige" antes de finalizar o processo e digitar o número novamente.

Para deputado federal são quatro dígitos, para estadual são cinco números e para os dois senadores o número do candidato é composto por três números. Os cargos de governador e presidente são compostos por dois números apenas.

Qual o papel de cada cargo?

Deputado federal: Sua atribuição principal é fazer leis de abrangência nacional e fiscalizar os atos do presidente da República. Eles também podem apresentar projetos de leis ordinárias e complementares, de decreto legislativo, de resolução e emendas à Constituição, além de criar Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), discutir e votar medidas provisórias editadas pelo Executivo.

Deputado estadual: Sua função principal é a de legislador, ou seja, propor, emendar, alterar e revogar leis estaduais. Eles também fiscalizam as contas do Poder Executivo e desempenham outras atribuições referentes ao cargo.

Senador: Sua principal função é criar leis e de fiscalizar os atos do Poder Executivo. Além disso, a Constituição Federal traz como competência privativa dos senadores: processar e julgar, nos crimes de responsabilidade, como o presidente e o vice-presidente, os ministros e os comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, etc.

Governador: Cabe a ele representar, no âmbito interno, a respectiva Unidade da Federação em suas relações jurídicas, políticas e administrativas. O governador participa do processo legislativo e responde pela segurança pública. Para isso, o governador conta com as Polícias Civil e Militar e com o Corpo de Bombeiros.

Presidente da República: É quem governa e administra os interesses públicos da nação. Ele tem o dever de sustentar a integridade e a independência do Brasil, bem como apresentar um plano de governo com programas prioritários, projetos de lei de diretrizes orçamentárias e propostas de orçamento. Exerce atribuições administrativas, legislativas e militares de acordo com a Constituição Federal. Quanto ao poder militar, o presidente é o comandante supremo das Forças Armadas, cabendo a ele, exclusivamente, declarar a guerra e celebrar a paz, com autorização do Congresso Nacional.




linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina