DIC prende suspeitos de matar Sargento Abílio e Shereck

01 Agosto 2018 23:13:00

Foram cumpridos 21 mandados de prisão por homicídio e organização criminosa

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú concluiu que o Sargento Abílio Alves e Felipe Carvalho, conhecido como Shereck, foram mortos pela mesma organização crimonosa.

Nesta quarta-feira (1o) a DIC com apoio das delegacias de polícia de Camboriú e Balneário Camboriú cumpriu 21 mandados de prisão temporária entre pessoas já presas e em liberdade, e cinco mandados de busca e apreensão domiciliar.

A operação foi deflagrada de manhã e durou todo o dia. 

Um adolescente e um maior de idade suspeitos de estarem envolvidos no homicídio do sargento continuam foragidos.

As mortes

No dia 27 de julho foram encontradas mãos e cabeças humanas em um saco plástico próximo ao muro do cemitério do Rio do Meio. No mesmo dia, acharam o resto do corpo carbonizado no mato. A vítima foi identificada como Felipe Carvalho, vulgo Shereck, conhecido por envolvimento com o tráfico de drogas e com a facção criminosa PGC.

As investigações apontaram que o crime teria sido determinado pelos líderes da facção em razão de uma dívida contraída por ele.

Já no dia 30 de agosto, durante uma onda de atentados provocados pela facção criminosa PGC contra servidores e órgãos públicos, Edson Abílio Alves, sargento da reserva da Polícia Militar de Santa Catarina, foi assassinado em frente a uma padaria do bairro Taboleiro.

As investigações apontaram o envolvimento das mesmas pessoas em ambos os crimes, todas integrantes da referida facção criminosa.

Os inquéritos policiais entram agora em fase de conclusão para remessa ao Poder Judiciário.

Imagens


linhapopular sim




Logo branca.png

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina