POLÍTICA

Impeachment: Moisés é absolvido e voltará a ser governador de Santa Catarina




Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Na tarde desta sexta-feira (27), o Tribunal Especial de Julgamento do Impeachment absolveu Carlos Moisés da Silva, que voltará ao cargo de governador de Santa Catarina. Na prática, Moisés ficou fora do cargo por cerca de 30 dias. Foram seis votos pelo arquivamento, três pela cassação e uma abstenção. 

O Tribunal seguiu a expectativa pela absolvição do governador eleito em 2018. Assim, Moisés receberá ainda nesta sexta uma notificação do Tribunal e reassume automaticamente o cargo. Assim, Daniela Reinehr volta a ser vice. 

Moisés teve seis votos pelo arquivamento da denúncia: dos desembargadores Carlos Alberto Civinski, Sergio Rizelo, Cláudia Lambert de Faria, e Rubens Schulz. Também votaram pelo arquivamento o deputado Mauricio Eskudlark (PL) e Laércio Schuster (PSB)

Votaram pela cassação os deputados Sargento Lima (PSL) e Kennedy Nunes (PSD) e o desembargador Luiz Felipe Schuch. 

O deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB) se absteve. 

Três membros mudaram de lado da primeira votação. Schuster, Eskudlark, Vampiro haviam votado pelo seguimento da denúncia e agora votaram pela absolvição, no caso dos dois primeiros, e abstenção. 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   14/01/2021 22h15





POLÍTICA  |   07/01/2021 17h21